Sara Madruga critica atraso nas obras do tribunal da Ponta do Sol

A deputada social-democrata Sara Madruga da Costa recordou hoje o que considera ser mais um exemplo, entre muitos outros, “da falta de compromisso e de seriedade do Governo da República, que se revela, também aqui, incapaz de assumir as suas responsabilidades para com a Região”. Em causa, vincou, estão as obras no Tribunal da Ponta do Sol, que continuam esquecidas, num processo que já se arrasta há pelo menos três anos.

“Estas obras já deviam ter começado há três anos, altura em que surgiram os primeiros sinais de degradação e começaram a cair partes da cobertura e fragmentos da fachada”, explicou a deputada eleita pelo PSD/M à Assembleia da República, lamentando que, passado este tempo, o Governo central continue sem resposta e alertando para a necessidade urgente de intervir, de modo a que “este desleixo e inércia não venham a colocar em causa, um dia destes, a vida e a segurança de quem aqui trabalha e dos próprios transeuntes”.

Sara Madruga da Costa que, considerando este atraso “inadmissível” e vincando que esta obra “devia ter sido considerada prioritária e urgente, desde a primeira hora”, vai mais longe ao afirmar que este esquecimento é também ilustrativo da falta de articulação entre o PS Regional e nacional, que, neste concelho, é poder.