GNR abre inquérito no caso da agressão a operador de imagem

A Guarda Nacional Republicana emitiu uma nota a nível nacional, na sequência de várias notícias divulgadas por diversos órgãos de comunicação Social sobre a intervenção da GNR, na noite de segunda-feira passada, no final do jogo de futebol entre o Moreirense e o Futebol Clube do Porto, por causa de uma agressão a um repórter de imagem. O Comando da Guarda esclarece:

1.    A atuação da Guarda surgiu na sequência de um pedido de auxílio por parte de um operador de câmara de um órgão de comunicação social, tendo, nesse alinhamento, identificado os intervenientes na situação e os factos sido remetidos para o Tribunal Judicial de Guimarães;

2.    Atendendo às várias dúvidas levantadas no espaço público, colocando em causa a actuação da Guarda, e no sentido de promover, com total transparência e rigor, o cabal esclarecimento das circunstâncias inerentes à atuação dos militares na situação em apreço, foi determinada a abertura de um processo de inquérito a correr pela Inspecção da Guarda.