Estepilha: Balanço diário da Covid… porque não da PSP e da GNR…

Rui Marote
Somos bombardeados diariamente e ao longo do dia em todos os canais de televisão, rádios e jornais com o número de infectados, internados, mortes e cuidados intensivos de todo o espaço nacional. A Madeira não foge à regra embora a nossa matemática seja sempre diferente do “rectàngulo”. Estepilha, não andámos na mesma escola…
As forças de segurança como a Polícia e a Guarda Nacional Republicana têm a missão de fazer cumprir o que o estado de emergência determina. Como medida de prevenção, o povo teria de saber diariamente  as actuações destas forças. Quantos multados, detidos, festas interrompidas, bares, restaurantes autuados ou controlados, tudo o que está previsto. Assim os prevaricadores saberiam que no terreno as regras estavam a ser cumpridas à risca.
Estepilham, há certas intervenções, como por exemplo o salvameno da cidadã polaca na Ponta de Sol, que “enxurram ” as Redacções com comunicados de salvamento cada um a tecer “hossanas” e a reclamar para si o comando da operação de salvamento dos resgatados. Desta vez foram três: Autoridade Marítima Nacional, Capitania do Porto do Funchal e PSP… Recordemos que essa “doença” fazia parte do passado, quando os bombeiros se guerreavam para dizer quem chegou primeiro aos incêndios e quem comandava as operações. Insultavam-se até uns aos outros. Felizmente que isso acabou…Agora o “vírus” está do outro lado… Haja medalhas para todos…