CDU foi a São Gonçalo defender o direito aos transportes públicos

A CDU foi hoje a São Gonçalo, no Funchal, defender os direitos aos transportes públicos. Na oportunidade, a deputada municipal, Herlanda Amado, declarou que os mesmos “constituem um serviço essencial às populações e uma mais-valia em termos de qualidade de vida e bem-estar para todos quantos deles usufruem”. Os problemas relacionados com os transportes públicos no concelho do Funchal, referiu, são antigos e têm-se agravado no actual contexto pandémico. Existem, disse a comunista, profundas desigualdades em termos de acesso a este serviço essencial, quer para a mobilidade dos cidadãos quer para a actividade económica do concelho.

Estas dificuldades não são exclusivas das zonas altas do Funchal, visto que existem outras localidades mais próximas do centro urbano igualmente afectadas, mas para quem vive nas zonas altas e super altas do concelho do Funchal, este agravamento no acesso ao transporte público é mais sentido, sublinhou.

“O conjunto de alterações que têm vindo a ser implementadas pela Horários do Funchal nos últimos anos, veio, na maioria dos casos, criar novas dificuldades, por exemplo, atingindo as populações que vivem nas zonas altas da freguesia de São Gonçalo. O local onde nos encontramos é disso exemplo, esta zona das Neves, densamente povoada e tão próxima do desenvolvimento, não tem acesso a um serviço público fundamental, como o acesso ao transporte público”, denunciou.