JPP critica manobras PSD-CDS que prejudicam movimentos independentes

O JPP manteve hoje contactos com os cidadãos do Porto Santo, local onde aproveitou para acertar agulhas relativamente ao dossier da mobilidade aérea, nomeadamente o caso da ligação aérea Funchal/ Porto Santo, com indicação de diversas propostas ao nível das frequências aéreas, do horário das viagens, da revisão do tarifário, do bilhete corrido e das tarifas mais acessíveis, situações que no entender do JPP são cruciais para os residentes do Porto Santo e que ajudariam a economia local.

Numa outra vertente, Élvio Sousa, líder parlamentar do partido e porta-voz da iniciativa, referiu que “também em contacto com os porto-santenses, e com a candidatura que está a ser preparada pelo grupo de cidadãos eleitores, liderada por Luís Bettencourt, é possível constatar que a “caixinha” entre o PSD e o PS, do Verão passado na Assembleia da República, prejudicou gravemente as candidaturas dos movimentos independentes, o que consideramos uma regressão democrática, que não valoriza a democracia participativa.”

“Neste caso em particular, essa patifaria que fizeram com a alteração à lei eleitoral, prejudica as opções do candidato Luís Bettencourt (UNE- Uma Nova Esperança), uma vez que além de ter de recolher mais 3% das assinaturas, bloqueou a expansão da candidatura, extensiva à junta de freguesia do Porto Santo, pois a lei não permite o mesmo símbolo, denominação e sigla, para os diferentes órgãos” concluiu o deputado.