Chaminé da Insular de Moinhos será replicada para assinalar marco visual histórico

É assim que ficará, reconstruída, a chaminé.

*Com Rui Marote

O Funchal Notícias confirmou hoje junto dos responsáveis pela construção do Savoy Residence Insular, no local onde se situava a antiga Insular de Moinhos, o que acontecerá à emblemática chaminé da mesma. De acordo com o que nos foi comunicado pelo empresário Avelino Farinha e pelo director de Imobiliária do grupo empresarial AFA, eng. Victor Sousa, o Laboratório Regional de Engenharia Civil da Madeira (LREC) aconselhou a demolição da estrutura, que alegadamente já não oferecia segurança antes do incêndio que assolou aquele edifício, e que ainda pior ficou depois do mesmo.

No entanto, pelo que nos garantiram, prevalece a intenção de respeitar a História e procurar manter a referência visual a um marco daquela zona, que os funchalenses se habituaram a contemplar durante muitos anos. Daí que uma réplica da chaminé vá ser reconstruída, sendo um elemento que nascerá dentro do novo empreendimento mas que deverá ser, na sua quase totalidade, visível do exterior. Surgirá dentro do lobby do prédio, constituindo um apontamento histórico.