Madeira pede 70 milhões ao BCP, Caixa e BPI para fazer face a necessidades de tesouraria em 2021

O Conselho do Governo reunido em plenário em 11 de fevereiro de 2021, resolveu adjudicar ao Banco BPI, S.A.; à Caixa Geral de Depósitos, S.A.; e, ao Banco Comercial Português, S.A., a contração de empréstimos de curto prazo na modalidade de conta corrente, no montante global até 70 milhões de euros.

O Vice-Presidente do Governo Regional, Pedro Calado foi mandatado para outorgar os contratos a celebrar e assinar toda a documentação necessária à sua efetivação.

Diz a resolução hoje publicada no JORAM que a Caixa, BPI e BCP foram as entidades bancárias que “oferecem as condições economicamente mais favoráveisa”, pós consulta efetuada junto de várias instituições de crédito, e após análise das propostas recebidas, para perfazer o montante máximo da operação de crédito a contratar.

Recorde-se que a decisão de contrair este empréstimo tinha sido tomada pela Resolução n.º 908/2020, de 12 de novembro, do Conselho do Governo que decidiu contrair empréstimos de curto prazo até ao montante de 70 milhões de euros, para fazer face às necessidades transitórias e pontuais de tesouraria do ano económico de 2021.