27,2 toneladas de alimentos angariadas pelo Banco Alimentar na última campanha

O Banco Alimentar da Madeira recebeu recentemente os resultados finais das Campanhas Ajuda Vale e Online, que decorreram nas lojas Pingo Doce e Continente da Região entre 26 de Novembro e 13 de Dezembro, tendo sido angariado um total de 27.210 kgs.

Através da Campanha Ajuda Vale, a ajuda extraordinária dos madeirenses contribuiu para a angariação de 25.196,38 Kgs, igualando o valor atingido na tradicional Campanha Saco, com voluntários em supermercado (nos últimos três anos, a média de angariação das Campanhas Saco de Dezembro foi de 25,88 toneladas), que não se realizou em 2020 pelas contingências pandémicas.

Através da Campanha Online foram angariadas 2010 Kgs.

Todos os artigos serão, em breve, canalizados para o armazém do Banco Alimentar da Madeira, para posterior distribuição às Instituições parceiras.

A tradicional Campanha Saco, principal fonte de angariação de alimentos no conjunto das 3 campanhas, com voluntários nos supermercados, não foi possível realizar devido às restrições impostas pela pandemia por Covid-19.

Tal circunstância, que se mantém com consequências agravadas, implicou por parte do Banco Alimentar da Madeira, o redireccionar da promoção da Campanha Saco para uma aposta forte na Campanha Ajuda Vale, já que esta era a única forma de doação possível em supermercados, e assim capitalizar o seu potencial, não só para garantir a angariação idêntica à da Campanha Saco, como também ir mais além para fazer face ao crescente número de pedidos de ajuda, objectivo que foi atingido.

A articulação com as cadeias de distribuição, nomeadamente através do incentivo à participação e envolvimento ativo dos (as) operadores (as) de loja, que assumiram o papel de voluntários do Banco Alimentar da Madeira, a comunicação massiva através dos órgãos de comunicação social e o reforço da informação colocada nas nossas
plataformas digitais, foram os eixos centrais desta acção, para além da mobilização activa das Instituições parceiras e de outros agentes, que se juntaram ao Banco Alimentar da Madeira neste esforço colectivo.

Com efeito, no conjunto dos 21 Bancos Alimentares existentes em Portugal, o Banco Alimentar da Madeira, atingiu em 2020, através das Campanhas Ajuda Vale a 5ª posição entre aqueles que angariaram mais toneladas, logo atrás dos Bancos Alimentares de Lisboa, Porto, Setúbal e Algarve, regiões com maior número de lojas aderentes e mais população, excepto Setúbal, comparativamente à Madeira.

A Campanha Ajuda Vale, no mês de Dezembro, entre 2017 e 2019, rendeu um total de apenas 3,43 toneladas, sendo que, em 2019, registou 1,05 toneladas, para depois, em 2020, aumentar exponencialmente para as 25,2 toneladas.

Por último, uma nota para a campanha Online, em que o resultado, face a 2019, mais que duplicou: de 970 kgs para 2010 Kgs.

A todos os que contribuíram para estes resultados, aos madeirenses que revelaram o seu sentido de solidariedade adquirindo os produtos, e às cadeias de distribuição do Pingo Doce e do Continente, nomeadamente aos seus operadores de caixa, que foram os verdadeiros voluntários do Banco Alimentar da Madeira, o Bancp Alimentar expressa reconhecimento e gratidão.