Câmara de Lobos procura garantir equidade no ensino à distância

A Câmara Municipal de Câmara de Lobos adquiriu 21 portáteis e 5 routers de acesso à internet para ceder a título de empréstimo a alunos do 3.º Ciclo e ensino Secundário das escolas do concelho, refere uma nota. A esta aquisição foram adicionados mais cinco equipamentos da autarquia recolhidos através da campanha solidária que decorreu no mês de Maio de 2020. Esta aquisição, assegura a autarquia, vem garantir o acesso ao ensino à distância a alunos de agregados que não possuem condições económicas para a aquisição dos mesmos e representa um investimento na ordem dos 7 mil euros.

A Câmara Municipal realizou um levantamento pelas escolas dos 2.º e 3.º ciclos e secundária para auscultação das necessidades a nível de acessos à Internet e equipamentos informáticos, de forma a garantir condições de equidade no acesso ao ensino à distância, para os alunos que estão inseridos nos 1.º e 2.º escalões da Acção Social Educativa.

Estando as aulas presenciais do 3.º ciclo e ensino secundário suspensas até 31 de Janeiro, por força da situação pandémica em curso, verificou-se através do referido levantamento, 64 situações de falta destes equipamentos entre os alunos dos 1.º e 2.º escalões que frequentam a Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos e a Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos da Torre.

Segundo a vice-presidente Sónia Pereira com o pelouro da educação, “esta medida é implementada com o intuito de prevenir e combater o impacto da actual situação pandémica, no processo ensino/aprendizagem dos alunos que frequentam as escolas do concelho. Felizmente em Maio de 2020 conseguiram-se colmatar as falhas de acesso existentes para esse ano lectivo. No presente ano as escolas do Estreito e da Torre sinalizaram os casos de falta de equipamentos e de acessos à internet, pelo que se distribuiu, hoje, 26 equipamentos informáticos e 5 routers para colmatar as situações mais urgentes”.

Em Maio de 2020 a autarquia já havia adquirido 200 computadores portáteis e 68 routers de acesso à internet para os alunos com maiores dificuldades económicas e a quem os respectivos estabelecimentos de ensino não conseguiam dar resposta. No âmbito do apoio aos alunos do ensino especial do projecto Passo a Passo, dinamizado pela autarquia, e dos alunos das unidades especializadas de ensino, a Câmara Municipal aderiu à iniciativa “Novo Banco Crowdfunding”, que angariou 5000 euros para a aquisição de equipamentos informáticos, estando agora a decorrer o levantamento das necessidades junto destes alunos.