Ana Teresa Pereira publica novo livro “Os Perseguidores”

A premiada escritora madeirense Ana Teresa Pereira anunciou na sua página pessoal da rede social Facebook o lançamento de uma nova obra de ficção. “Os Perseguidores” é como se denomina o livro já disponível no site da editora “Relógio d’Água” (www. relogiadagua.pt) e que está prestes a chegar às livrarias. E adiantou um excerto, para aguçar a curiosidade e o interesse do leitor, o qual passamos a transcrever:
«Para mim, era só mais um homem a destacar‑se do fundo prateado. Aceitei o bilhete azul e rasguei‑o em dois. Não olhei para o rosto dele; nunca olho para os rostos deles. Fato cinzento, camisa cinzenta. Camisa limpa.
Foi o meu corpo que o sentiu primeiro. A mão na cintura, a mão que segurava a minha, eram firmes mas não insistentes. Sentia o cheiro dele, uma água-de-colónia fresca e cigarros. Alguns meses antes, gastara o ordenado de uma semana na compra de um pequeno frasco de perfume: jasmim-branco. Não era o meu género; gosto do aroma de pétalas, de flores de cerejeira. Mas queria um perfume intenso, para me proteger do cheiro deles. Não deu resultado.
Por algum motivo, o meu corpo aceitava as mãos dele, o hálito dele, e os meus mamilos estavam duros. Talvez nem se notasse através do vestido de noite preto, mas detestei a ideia.»

Ana Teresa Pereira é protagonista de uma extensa obra particularmente coesa e com uma coerência única, em que os mesmos personagens surgem por várias vezes em diferentes situações, com diferentes “roupagens” e investidos de distintos papéis. Autora de mais de quarenta titulos, afirmou-se de início com o Prémio da editorial Caminho para o melhor policial, com “Matar a Imagem” (1989). Desde então coleccionou prémios, entre os quais o do Pen Clube Português para ficção, em 2004, o Prémio Literário Edmundo de Bettencourt, da CMF, que venceu duas vezes, em 2006 e 2010, o Grande Prémio de Romance e de Novela da Sociedade Portuguesa de Escritores, em 2011, e o importante Prémio Oceanos, em 2016. Aguarda-se com interesse esta nova obra.