A caminho das Autárquicas de 2021 (Imaculado Coração de Maria)

  • Imaculado Coração de Maria é uma freguesia do concelho do Funchal, com 1,35 km² de área e 6.207 habitantes, segundo o Censos 2011. A sua densidade populacional é 4.597,8 hab/km².

O Imaculado Coração de Maria tem uma escola (Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos Bartolomeu Perestrelo) que lecciona do 5.º ao 9.º Ano de Escolaridade, uma escola secundária (Escola da APEL), um pavilhão desportivo (parte integrante da Escola), uma igreja e uma praça.

Mais de 20% da população tem mais de 65 anos de idade.

O Imaculado Coração de Maria está geminado com as freguesias de Nossa Senhora da Conceição, Angra do Heroísmo, Açores; Coração de Jesus, Viseu; e Coração de Jesus, Lisboa.

Gonçalo Aguiar é o presidente da Junta do Imaculado.

Politicamente falando, o Imaculado sempre foi PSD …até à “Mudança” de 2013 e à “Confiança” de 2017.

Nas Autárquicas de 2013, a coligação “Mudança” venceu aquela freguesia por 36,7% dos votos contra 35,5% do PSD, ou seja por 45 votos de diferença.

Nas Autárquicas de 1989 a luta entre PSD e uma outra coligação (PS/CDS) também foi renhida mas, nessa altura, a vitória pendeu para o PSD por 77 vontos de diferença.

De resto, novo equilíbrio de forças também se verificou em 1976 mas, dessa vez, repartido entre PSD, PS e CDS. Na altura o PSD ganhou por 39,6% dos votos.

O melhor resultado de sempre obtido pelo PSD no Imaculado foi em 1979 quando conseguiu 58,7% do eleitorado. O pior resultado foi em 2017 (30,07%).

Por seu turno, o PS, sozinho, obteve o seu melhor resultado eleitoral em 1982 (31,3%) e o seu pior resultado nas eleições Autárquicas de 2009 (17,4%).

O CDS obteve o seu melhor resultado de sempre nas primeiras eleições Autárquicas livres de 1976 (20,4%). O pior resultado do CDS foi em 2005 (7,1%).

Em 2001 a coligação PS/CDS obteve 27,8% do eleitorado.

A CDU/APU/FEPU tem conseguido resultados entre 2,7% e 8,7%, este último conseguido nas últimas autárquicas.

A UDP/BE têm obtido no Imaculado resultados entre 3,0% e 7,7%.

Em 1993 entrou na corrida o PSN (2,5%) e, em 2009, o MPT que conseguiu apenas 2,3% do eleitorado.

Nas últimas Autárquicas de 2017, a coligação “Confiança” obteve 44,82% (1.401 votos) reelegendo o presidente da Junta, Gonçalo Aguiar; o PSD obteve 30,07% (940 votos); o CDS 9,02% (282 votos); a CDU 5,5% (172 votos); a coligação MPT.PPV/CDC 4,25% (133 votos); e o PTP 2,37% (74 votos).