Presidente da ALRAM esteve em videoconferência com Adjara, região autónoma da Geórgia

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, esteve hoje em videoconferência com o  Conselho Supremo da Região Autónoma da República de Adjara, participando numa reunião desta entidade com a ALRAM.

A reunião teve como intervenientes Davit Gabaidze, presidente do Conselho Supremo da República Autónoma de Adjara, José Manuel Rodrigues e Georgi Mirtskhulava, embaixador extraordinário e plenipotenciário da Geórgia para a República de Portugal (Lisboa).

 Adajara, explicou José Manuel Rodrigues, é uma região autónoma da Geórgia. Esta reunião serviu para estudar formas de aproximar as duas regiões, Madeira e Adjara. Ambas vivem do turismo e enfrentam agora os mesmos problemas causados pela pandemia. “Foi uma troca de impressões interessante, sobre as formas que temos de encontrar para recuperar económica e socialmente”, disse.

Esta foi uma oportunidade para José Manuel Rodrigues manifestar a sua preocupação quanto ao facto de a União Europeia ainda não ter encontrado uma política comum quanto aos testes obrigatórios à Covid-19. Era importante, na perspectiva do presidente do parlamento da RAM, que a UE obrigasse os turistas e viajantes a fazer testes na origem, o que facilitaria a recuperação económica dos sectores do turismo e da aviação.

Segundo acrescentou, “Adjara quer, de alguma forma, aprender com o processo autonómico” da RAM, e perceber as competências legislativas que a RAM conquistou.