CDU critica: Inatel do Santo da Serra encerrado e com três funcionários a tempo inteiro

A CDU esteve hoje junto ao Inatel, no Santo da Serra, para realizar uma acção política junto ao edifício daquela Fundação, denunciando o abandono deste edifício público, dependente das competências do Governo da República, nomeadamente o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Assuntos Sociais.

O dirigente da CDU, José António Jardim, considerou na oportunidade que este prédio cumpriu durante anos uma função importantíssima, no que diz respeito ao direito ao lazer, ao descanso e a férias por parte dos trabalhadores e do povo. “Esses trabalhadores caso fossem associados à Fundação INATEL, usufruíam de grandes descontos nos seus hotéis, pensões e alojamentos, o que era importantíssimo para a dinamização económica do País e para bem dos trabalhadores”, recordou.

“Infelizmente o que se verifica neste caso em particular é que existiu um acordo com o Grupo Pestana, aquando do Governo PSD/CDS, mais concretamente com a Pestana Village & Miramar, que visou tornar esta unidade uma mistura de fundos privados e públicos, que em nada veio beneficiar o povo, pelo contrário, veio a fechar esta unidade hoteleira”, lamentou.

Actualmente, esta unidade possuí três funcionários a tempo inteiro todo o dia, sem que esteja aberta e em funcionamento. Ora, sublinhou, “neste actual momento, devido à epidemia de COVID-19, em que os trabalhadores e o povo estão a fazer férias na Região e com a dificuldades económicas devido aos baixos salários e rendimentos, era fundamental o Estado garantir que os pobres tenham os mesmo direitos que os ricos ao lazer , ao descanso e às férias”, considerou.

A CDU insta ainda a Câmara Municipal de Santa Cruz, como órgão de poder local, em articulação com o Governo Regional, e com o Governo da República, a intervir com o objetivo de rapidamente resolver esta situação.