Sérgio Marques critica “desconsideração” da República ao não ouvir a RAM para o Plano Nacional de Recuperação

O deputado Sérgio Marques considerou hoje “estranho” que a Região não tenha sido consultada no âmbito do Plano Nacional de Recuperação, tão importante para o futuro do País e da Região, conforme salientou, defendendo uma “estratégia concertada, de um entendimento e de um trabalho conjunto entre o Governo da República e o Governo Regional”.

O parlamentar social-democrata na Assembleia da República criticava assim a postura do Governo da República na condução dos trabalhos relativos à elaboração do dito Plano. “Mais do que estranho, acho que isto revela, por parte da República, uma inadmissível desconsideração institucional com os órgãos de governo próprio da Região e revela, ainda, em relação ao povo madeirense, uma indiferença, um abandono e um ostracismo que não compreendemos nem podemos aceitar”.

Sérgio Marques que considera esta postura ainda mais grave, atendendo a que este Plano ”é não só importante para garantir a recuperação e para favorecer essa mesma recuperação face à crise tremenda em que estamos envolvidos mas, também, para delinear a economia do futuro, a economia do amanhã, estando em causa recursos que serão muito avultados e que devem sustentar a transição para o mundo mais sustentável”.

O Plano Nacional de Recuperação será apresentado na próxima terça-feira, em Lisboa e pelo Primeiro-Ministro António Costa, numa cerimónia na qual será ainda apresentado o Plano de Recuperação Europeu.