Câmara de Santa Cruz justifica “avaria” na Praia dos Reis Magos e acusa a oposição PSD

A Câmara Municipal de Santa Cruz emitiu um comunicado, sugestivamente intitulado “A verdade contra a política de rato de esgoto”, que visa justificar uma situação ocorrida na praia dos Reis Magos, e alegadamente criticada pela oposição PSD, que acusou acusou publicamente a autarquia de “desnorte, irresponsabilidade, inação, estagnação”, na tal atitude de “rato de esgoto” mencionada.

Ora, justifica a Câmara, “o ocorrido na Praia dos Reis Magos foi uma avaria. As avarias, como está implícito na sua natureza, são acidentes que ocorrem e que não dependem da acção de ninguém. Como acontece em muitos outros locais, a avaria dos Reis Magos não tem culpados. As máquinas falham e compete a quem gere as infraestruturas corrigir e garantir, a todo o momento, a segurança e saúde pública”.

“Perante uma pequena avaria no decorrer das obras de ampliação e redimensionamento da Estação Elevatória dos Reis Magos, decidiu arriar a Bandeira Azul e interditar os banhos na praia, até o resultado das análises”, refere a CMSC, que divulga as análises realizadas pelas autoridades de saúde no dia em que se deu a avaria. “Pelas mesmas, é fácil verificar que os valores ficaram muito abaixo do permitido por lei”, acrescenta-se, ao mesmo tempo que se conclui que “não se verificou a desgraça que o PSD tanto ansiava, e da qual tentou tirar, de forma desonesta, dividendos políticos”,

Neste momento, decorrem obras de ampliação da ETAR e lançamento do emissário submarino. Ou seja, conclui-se, “obras que põem ponto final na estagnação de 30 anos do PSD, que nunca investiu naquela praia como agora se está a investir”.