Eduardo Jesus foi tomar conhecimento do andamento das obras no Convento de Santa Clara

Acompanhar o evoluir das obras que decorrem no Convento de Santa Clara foi o objectivo declarado da visita que hoje efectuou o governante com a pasta da Cultura, Eduardo Jesus, ao local. O Governo Regional lidera a intervenção, que ascende a 2,3 milhões de euros e que teve início em 2019, com término previsto para o final do ano que vem. Esta, afirma Eduardo Jesus, é uma obra muito complexa, na qual está a ser feita uma intervenção muito rigorosa. O que se procura é recuperar e conservar o rico património histórico daquele convento, numa tentativa de manter a originalidade do lugar, onde foram sendo sucessivamente feitas intervenções ao longo de cinco séculos.

Datado do séc. XV, o Convento de Santa Clara, nas palavras de Eduardo Jesus, “preserva alguma evidência dessa altura”, embora posteriormente tenha vindo sempre a ser intervencionado e ampliado, durante os séculos seguintes.

De acordo com o secretário regional do Turismo e Cultura, importa neste momento garantir que todo o monumento seja visitável, e que no mesmo se contemple uma exposição permanente e outras temporárias, as quais devem concorrer para proporcionar ao visitante um melhor conhecimento da História da Madeira.

Este trabalho que agora está a ser feito foi para o terreno em 2019, depois de um conjunto de diferentes, mas importantes, intervenções.

Com o presente projecto, afirmou, “contamos que se qualifique de forma substancial a oferta cultural da RAM”.