Trabalhadores do sexo querem voltar ao ativo em Amesterdão [vídeo]

¡AF!