Entradas e saídas das visitas no hospital fazem-se pela mesma porta e deixam utentes a questionar a falta de zelo no distanciamento social

O Serviço de Pediatria do Hospital Dr. Nélio Mendonça tem imagem renovada.

Num momento em que a Secretaria Regional da Saúde tem insistido, e bem, no cumprimento das regras sanitárias, no distanciamento social, no uso de máscaras e na desinfeção das mãos, sucede algo no Hospital Dr Nélio Mendonça que suscita dúvidas junto dos utentes.

Segundo o FN foi alertado, a entrada e saída das visitas, no rés-do-chão, do Hospital Central do Funchal é realizada pela mesma porta.  Existe, desta forma, o inevitável cruzamento  de pessoas que circulam em sentido contrário, com um distanciamento de poucos centímetros. Para agravar a situação, e como estava algum vento ontem, meia porta encontrava-se encerrada.

É sabido que “santos da casa não fazem milagres” mas este laxismo não deixa ficar bem na fotografia quem zela pela saúde pública numa instituição solicitada diariamente por centenas de pessoas.