Mercado à sexta-feira regressa a 29 de maio com redefinição de espaços; Vendedores de rua voltam na primeira semana de junho

Hoje, o espaço ainda estava assim. Na próxima sexta-feira já regressam os comerciantes com redefinição dos espaços.
Hoje, a Praça do peixe esteve movimentada.

O Mercado dos Lavradores regressa, no próximo dia 29 de maio, com a sexta-feira movimentada a que os madeirenses estavam habituados antes da pandemia. A Câmara do Funchal está a ultimar pormenorores para esta retoma decorra com um ajustamento dos espaços e seja feita de modo a salvaguardar as recomendações que o momento aconselha, o distanciamento e a proteção.

A Câmara revela que “os comerciantes já foram informados de que recomeçarão na próxima semana. Neste momento, a Autarquia está a fazer os possíveis para que estes possam continuar todos dentro do Mercado em simultâneo, o que vai exigir reorganização dos espaços, de modo a serem cumpridas todas as determinações de segurança. Estamos a trabalhar nesse sentido”.

No que diz respeito ao comércio de rua, a Câmara anuncia que “estará pronto a regressar na primeira semana de junho. A Autarquia vai lançar edital a respeito na próxima semana”.

Hoje, o Mercado registava pouco movimento em função dos espaços abertos, um no piso inferior e o lado norte do piso superior. Mas a maior concentração deu-se mesmo na praça do peixe.