GNR empenhou 1615 militares na Região em operações no estado de Emergência

O Comando Territorial da Madeira desenvolveu várias operações no âmbito das diversas operações, nomeadamente a Operação “Contenção”, Operação “Fronteira Segura”, Operação “Fique em casa”, Operação “Páscoa em Casa” e Operação “Transição Segura” – direccionadas para a fiscalização do cumprimento das medidas derivadas do Estado de Emergência, que vigorou entre 19 de Março a 02 de Maio.

A GNR- Madeira empenhou nessas missões 1.615 militares, apoiados com os meios auto, moto, navais e especiais de vigilância.

Em resultado dessas operações, foram fiscalizados 9.186 cidadãos, 7.316 viaturas, 852 cargas com mercadorias e 104 embarcações.

No que diz respeito aos cidadãos fiscalizados, não houve qualquer detenção por crime de desobediência, tendo-se registado 1.038 acatamentos do dever geral de recolhimento, 56 acatamentos do dever especial de protecção e 3 encerramentos de instalações e estabelecimentos.

De salientar ainda as diversas colaborações com as entidades regionais:

  • Com a PSP no dispositivo de segurança da Quinta do Lorde, na Operação “Páscoa em Casa” e na Operação “Transição Segura”;
  • Com a APRAM no controlo de embarcações provenientes de fora da Região Autónoma da Madeira, atracações não autorizadas e controlo dos tripulantes;
  • Com o SEF na vigilância e controlo dos Postos de Fronteira marítimos;
  • Com a ARAE na fiscalização de estabelecimentos comerciais;
  • Com a Polícia Marítima na operação de vigilância e controlo de acessos às Zonas de Apoio Balnear;
  • Com a Alfândega do Funchal no controlo de acessos à Zona Franca da Madeira;
  • Com a Câmara Municipal de Santa Cruz no controlo de acessos ao mercado do Santo da Serra;
  • Com a Autoridade de Saúde no controlo dos cidadãos a quem foi imposta a medida de confinamento obrigatório ou isolamento social.