Susana Prada diz que o Governo “será agente da mudança” limitando o descartável e apostando no reutilizável

Foto Arquivo FN

A secretária regional do Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas disse hoje, no Parlamento Regional e no contexto de debate do Orçamento para 2020, que a remoção dde espécies invasoras, a reflorestação, o combate, a prevenção e vigilância contra incêndios e a faixa corta fogo registam um investimento de 56 milhões de euros, o dobro do verificado em 2019.

Susana Prada disse, ainda, que “o Governo Regional será agente da mudança ao aprovar um diploma que limita o descartável e aposta no reutilizável, sendo que um dos objetivos para a Região será o reforço na recolha seletiva de resíduos.

A secretária revelou, também, que “este Governo orgulha-se do percurso ascendente da qualidade das águas balneares, de 24 águas de excelente qualidade temos hoje 40, de 11 bandeiras azuis passámos para 23”, sublinhando que “para este sucesso contribuem as ações de sensibilização, a ETAR de Câmara de Lobos e a rede de saneamento básico”.