Governo e Câmara na exposição de Fernando Ricardo enaltecem desempenho da Galeria Marca de Água

A exposição de fotografia de Fernando Ricardo, patente na Galeria Marca de Água, na Rua da Carreira 119, traz “momentos de sentimento” como caraterizou ontem o secretário regional do Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, ao estar presente na abertura desta mostra de trabalhos do fotógrafo que através deste trabalho assinala mais 50 anos de carreira no fotojornalismo,  apresentando 119 obras ao longo dos três andares da galeria.

A exposição contempla textos do fotógrafo António Sánchez-Barriga, Curador da Catedral de Toledo e da galeria Vasco Esteves Fraga. António Sánchez-Barriga refere, a respeito da obra de Fernando Ricardo, que a sua obra merece o título " sem palavras”. Destaca que Fernando Ricardo consegue “eliminar a diferença entre a língua falada/escrita e a imagem fotográfica, ambas unindo-se numa só fotografia. Os temas que Fernando expõe estão em contínua actualidade: o fogo, a fé, o trabalho, a notícia, numa etnografia pura que, infelizmente, vem sendo perdida e se perderá na noite dos tempos.”

Eduardo Jesus releva, não só os trabalhos do fotojornalista, mas também a própria Galeria, realçando as 11 mil visitas anuais que conferem ao espaço uma dimensão grande na oferta cultural da Região.

Também o presidente da Câmara Municipal do Funchal esteve presente na abertura da exposição e considerou “uma honra para o Funchal receber uma exposição do Fernando Ricardo, com estes trabalhos que refletem os seus 48 anos de intensa dedicação ao fotojornalismo, e destaco que é preciso muito talento, e diria que até alguma coragem, para conseguir captar estas imagens, que nos transportam para outras realidades, como é o caso de momentos fotográficos em cenários de guerra”.

Miguel Gouveia felicitou a Galeria Marca de Água “pelo excelente trabalho quem tem vindo a desenvolver ao longo dos anos, sendo cada vez mais um espaço artístico de referência na cidade do Funchal. O ano passado esta galeria recebeu cerca de 12 000 visitantes, e acolheu e acarinhou mais de 43 artistas, parabéns a todos por trazerem mais cultura à nossa cidade”.