Livro “As Voltas de Uma Parede” será lançado amanhã na Casa-Museu Frederico de Freitas

Integrado nas comemorações dos 600 Anos da Madeira e do Porto Santo, o Governo Regional, através da Secretaria Regional de Turismo e Cultura, apresenta amanhã, dia 22, pelas 18h00 na Casa – Museu Frederico de Freitas, o livro “As Voltas de Uma Parede”.

Esta é a segunda publicação infanto-juvenil da referida casa-museu. Pretende ser uma espécie de guião para a exploração da azulejaria portuguesa da Casa dos Azulejos e da que se encontra distribuída pelo Funchal.

A personagem principal é uma parede de pedra, erguida nos primeiros anos da colonização da Madeira e que, resistindo até à actualidade, testemunha a evolução do tempo, das modas e das artes, refere uma nota às Redacções. A parede, pela qual passam 600 anos de História, receberá sucessivos revestimentos de azulejos de acordo com o uso que lhe é dado, reflexo do crescimento da cidade, mas também fruto das mudanças dos gostos e da alteração das técnicas de fabrico.

Com esta edição, pretende-se explicar o azulejo na história da Madeira e em Portugal e abordar aspectos caraterizadores das diferentes épocas. São introduzidas algumas noções sobre o que é o azulejo, qual a sua utilidade e como evolui o seu fabrico e decoração ao longo dos tempos, explica-se. Simultaneamente alerta-se para a importância da preservação do património e para o papel dos museus na sua salvaguarda.

O texto é da autoria de Ana Margarida Araújo Camacho, directora da Casa-Museu Frederico de Freitas, as ilustrações de Helena Sousa, professora requisitada nos Serviços Educativos da Casa-Museu e o grafismo é de Márcio Ribeiro, designer da Direcção Regional da Cultura. A edição, de 1000 exemplares, ficou a cargo do Serviço de Publicações da Direcção Regional da Cultura