Escola HBG assustadoramente feliz

Este ano, o Halloween levou a melhor na HBG. Com o propósito de ir buscar esta celebração norte-americana (mas originalmente irlandesa) para a sala de aula, os professores de Inglês da EB 2, 3 Dr. Horácio Bento de Gouveia prepararam diversas atividades com as suas turmas. Desde jogos de tabuleiro, a fichas de trabalho temáticas, à decoração típica nesta época, tudo valeu para que o dia de Halloween não passasse despercebido.

Sob a coordenação do professor Rómulo Neves, os alunos esculpiram as tradicionais abóboras e cozinharam na sala de aula abóboras de chocolate assustadoras… mas também deliciosas. Esta iniciativa permitiu recordar vocabulário útil à confeção desta sobremesa e desenvolver um verdadeiro espírito de cooperação. Os alunos, divididos em pequenos grupos e usando as suas mãos (literalmente), divertiram-se a preparar as suas “Scary Pumpkins”. De realçar que os alunos da turma 9.º 3 tiveram um papel de destaque, pois foram eles que se assumiram como tutores das turmas dos 7.º anos participantes.

Não obstante, 245 alunos do 3.º CEB tiveram ainda a oportunidade de ir ao cinema ver o recente filme “The Addam’s Family 2”. Este filme, assente no clã Addams, provocou muitas gargalhadas e palmas dos alunos e professores que se deixaram contagiar pelo humor negro desta família!

Importa realçar que o grupo se deslocou em transporte público para o cinema, tendo os alunos assumido, em todos os momentos, um comportamento exemplar. Estes jovens souberam estar e aproveitar cada momento com boa disposição, camaradagem e respeito. Por eles, vale sempre a pena planear estas atividades “fora da caixa”.

Os parceiros também foram indispensáveis. A amabilidade e colaboração insubstituível da empresa Horários do Funchal, sempre compreensivos e disponíveis, e a simpatia do Cineplace Madeirashopping contribuíram para o sucesso desta iniciativa formativa.

O reconhecimento é devido à HBG que insiste em fazer a diferença na educação das gerações que acolhe, apostando na qualidade e diversidade, e aos professores que, não raras vezes desvalorizados pela sociedade, teimam em trazer o Mundo e as aprendizagens significativas para dentro da sala de aula e levar a sala de aula para o Mundo.

Num período em que se debate tanto a Educação e as Escolas e o que nelas acontece, urge que a Sociedade perceba que só existe futuro se houver uma educação com qualidade e para isso precisamos de professores empenhados, de famílias cooperantes e de jovens interessados com o seu processo de ensino-aprendizagem. Afinal, a Escola é deles e para eles!