CEPAM celebra a 28 de Outubro Dia Internacional da Animação

O Conservatório/Escola Profissional das Artes da Madeira (CEPAM) celebra a 28 de Outubro o Dia Internacional da Animação, criado em 2002, pela Association Internationale du Film d’Animation, e celebrado em mais de 40 países. 28 de Outubro foi a data em que, em 1892, se registou a primeira exibição de imagens animadas do mundo – a exibição do filme ‘Pauvre Pierrot’, a curta-metragem de animação de Charles-Émile Reynaud, em Paris. A animação é uma arte que cria a ilusão de movimento contínuo através de uma sequência de imagens/fotogramas que são produzidas individualmente. Os filmes de animação podem ser gerados tanto por computação gráfica como tradicionalmente, fotografando uma imagem desenhada ou repetidamente fazendo-se pequenas mudanças a um modelo (stop motion), fotografando o resultado.

O Conservatório – Escola Profissional das Artes Eng.º Luiz Peter Clode (CEPAM), através do seu curso livre de Cinema de Animação, comemora este dia com algumas actividades que vão decorrer no auditório da Delegação Escolar do Funchal – Galerias D. João, a partir das 11 horas, com entrada livre. Do programa das comemorações consta a visualização de uma série de curtas-metragens de
animação, com os direitos de produção disponibilizados pela Association Internationale du Film d’Animation, e a realização de um workshop de pixilação.

Pixilação é uma técnica de animação stop motion na qual actores vivos são utilizados e captados quadro a quadro (como fotos), criando uma sequência de animação. O seu nome vem da palavra inglesa ‘pixilate’, que quer dizer ‘enfeitiçar’, ‘electrizar’. Esta pode ser considerada uma das mais antigas técnicas de animação, utilizada pela primeira vez em 1911 no filme ‘Jobard ne peut pas voir les femmes travaille’r pelo francês Émile Cohl.

A Actividade de Cinema de Animação é um dos cursos livres do CEPAM tendo sido criada em 2015, ainda na extinta Direção de Serviços de Educação Artística e Multimédia. Conta, no presente ano lectivo, com 21 alunos entre os 10 e os 17 anos e alguns dos seus trabalhos integram, actualmente, a selecção oficial de seis festivais internacionais de cinema. Esta actividade é orientada por João Pedro Pereira, professor de Educação Visual e Tecnológica desde 2001, tendo iniciado o seu trabalho em projectos na área da animação em 2012, no Ateliê de Cinema na Escola da Torre, refere um comunicado.

As sessões desta actividade têm a duração de duas horas semanais e nelas são abordadas todas as fases de produção de um filme de animação, desde aconcepção da ideia principal ao desenvolvimento do argumento, elaboração do storyboard, criação dos personagens, desenho de cenários, animação, gravação de vozes, edição e montagem. Mas antes ainda de iniciarem a criação do seu
próprio produto audiovisual, os alunos passam por uma fase de aprendizagem da linguagem cinematográfica em que aprendem quais os melhores planos e enquadramentos para cada situação, qual a importância do som e da música na construção de uma mensagem assim como os princípios básicos da animação.
Sendo o produto final um desenho animado, a capacidade de desenhar tem um papel importante, mas não determinante. Nem todos os alunos são exímios desenhadores: uns são melhores a criar histórias, outros a dar voz aos personagens e outros a misturar som e imagem no computador. No entanto, todos os alunos passam por todas as fases do projecto, refere o CEPAM.