Prova no Kartódromo do Faial foi muito disputada num domingo de condições climatéricas intermitentes

Num domingo de condições climatéricas intermitentes, decorreu a 4ª prova do Troféu Karting da Madeira, no Kartódromo do Faial. Afonso Silva deu-se bem à chuva e dominou desde a primeira até à última corrida, não dando hipóteses a demais concorrência, refere uma nota de imprensa.

Afonso Pires surpreendeu e aproveitou os desaires do Pedro Nunes, que teve duas saídas de pista, e Martim Alves, que também teve alguns percalços na final, conseguindo assim o seu melhor resultado do ano, o segundo posto na categoria cadetes.

Martim Alves teve um dia de prova para esquecer, não se dando muito bem com os pisos molhados do Faial perdendo muito tempo ao longo de todas as corridas estando longe dos resultados a que tem vindo a nos habituar, deixando-o cada vez mais longe da liderança do campeonato.

Já Pedro Nunes, após a excelente vitória no circuito do Faial 3, nesta prova manteve o seu bom andamento conseguindo ser sempre segundo em todas as corridas onde apenas na final, teve duas saídas de pista que o fizeram terminar no ultimo lugar da classificação.

Desta forma Afonso Silva reforça a posição do campeonato deixando-o muito perto do título.

Super Cadete: Martim Pereira foi “super” na final do Faial 4

Por outro lado, o jovem Martim Pereira foi “super” na final do circuito do Faial 4, conseguindo superar-se a João Dinis que até então tinha vindo a dominar o dia de prova. Foi um domingo ora com chuva, ora com piso seco dificultando as equipas nas afinações dos seus Kart’s com João Dinis a dar-se melhor com os pisos molhados e dominar desde os treinos cronometrados até às qualificações.

Na Final os pisos secaram e Martim Pereira levou a melhor vencendo a corrida principal, deixando as contas do campeonato tudo em aberto para a ultima prova do Troféu Karting da Madeira.

Martim Menezes fechou o pódio num dia de muito azar para o jovem piloto, que logo na qualificação I após várias falsas partidas não conseguiu ligar o motor do seu Kart não conseguindo completar a primeira corrida. Após resolvido o problema, Martim Menezes rodou todo o restante dia de prova no 3º posto. Pedro Pereira apenas conseguiu completar 5 voltas sendo obrigado a desistir após problemas com o seu kart. Fechando a classificação final ficou o líder do campeonato Afonso Santos que teve uma prova para esquecer sempre com problemas ao longo do dia ora com saídas de pista ou com problemas mecânicos.

Nesta quarta corrida do Troféu Karting da Madeira, a categoria Júnior foi a mais disputada e que proporcionou mais espectáculo com uma grande luta pela vitória entre Rodrigo Silva e António Santos.

Rodrigo Silva fez sempre a volta mais rápida em todas as corridas e venceu a qualificação 2 e a final, que teve uma última volta fantástica conseguindo ultrapassar António Santos mesmo nas últimas curvas da corrida, levando ao delírio os adeptos que se deslocaram ao Faial.

O líder do campeonato António Santos, que vinha de uma série de vitórias, foi o segundo na última corrida e em conjunto com Rodrigo Silva foram os grandes animadores desta categoria ao longo de todo o dia de competição, prossegue o comunicado.

Fechando o pódio, ficou Mateus Jesus que tem vindo a fazer uma época muito regular conseguindo assim nesta prova um importante pódio para a sua evolução nesta competição.

No quarto posto terminou Gonçalo Bettencourt, que tem sido muito regular ao longo da época conseguindo mais um excelente resultado.

Em quinto terminou Leonor Pereira que regressou à competição após ausência no Circuito do Faial 3 e regressou bem, demonstrando evolução no seu ano de estreia na competição.

Luca Silva nesta prova não foi além do 6º posto.

Fechando a classificação terminou Rodrigo Santos que devido a problemas com o seu Kart não conseguiu competir na final.

Martim Nunes venceu a final da categoria Max no circuito do Faial 4, consolidando assim a liderança no Troféu karting da Madeira ficando com muito boas condições de alcançar o título na ultima prova.

Foi uma prova regular de Martim Nunes que assim ao longo do dia foi sempre o segundo melhor em cada uma das corridas deixando para a final para conseguir atingir a vitória.

No segundo posto terminou Mário Rodrigo que teve uma recta final de corrida electrizante com indefinição quanto ao vencedor, protagonizando um dos melhores duelos do dia com Martim Nunes até ao final.

Fechando o pódio terminou João Guilherme que após a vitória no Faial 3, conseguiu assim mais um importante pódio para o seu currículo. No quarto posto terminou o regressado à competição Duarte Carvalho que dominou todo o dia de competição vencendo todas as corridas, mas um percalço fê-lo terminar a final no 4º posto. Maria João César e fechou a classificação no 5º posto, conseguindo superar-se as condições adversas da pista ao longo de todo o dia.

Na categoria Max Master, novamente Diogo Silva voltou a dominar e a vencer, ficando já mesmo muito próximo do titulo de campeão. Esta foi a primeira prova do campeonato em que Diogo Silva não dominou de inicio ao fim, sendo que o dia começou com João Silva a levar a melhor e a vencer a qualificação 1.

Na qualificação 2, Diogo Silva ainda teve a oposição de Pedro Melim que quase venceu, conseguindo o piloto da Ribeira Brava mesmo nas ultimas curvas atacar e conseguir levar a melhor sobre o Pedro.

No 2º posto da final da Max Master ficou o campeão em título Filipe Pires uma vez mais que mesmo assim na corrida final lutou muito pela vitória ficando muito perto de a alcançar, mesmo assim o segundo posto ainda dá algumas esperanças para ultima prova na luta pelo título. Fechando o pódio ficou Pedro Melim que tem vindo a evoluir muito, sendo já um dos pilotos mais eficazes em pista, estando mesmo muito perto de vencer a qualificação 2. No quarto posto da final terminou João Silva, que até começou o dia bem vencendo a qualificação 1, só que esta prova foi uma lotaria no que diz respeito às afinações que penalizou um excelente dia que o piloto estava a ter.

João Dias foi o quinto classificado seguido de Catarina Teixeira no 6º posto e Diogo Alves no 7º. Mark Dinis não participou na ultima corrida e protagonizou um dos momentos do dia quando na qualificação 1 saltou uma roda do seu kart, obrigando-o a sair de pista e danificando o kart.

O Campeonato encerra-se no dia 17 de Novembro no Kartódromo do Faial.