Para o CHEGA novo Executivo “é nitidamente um governo de arranjos”

O partido CHEGA comentou hoje a nova estrutura do Governo Regional.

Para o partido, trata-se de “uma continuação do anterior, com a agravante do aumento dos cargos, que vem ao arrepio do que deveria ser os próximos governos, o aumento substancial do peso político e da máquina governativa, contra tudo o que seria desejado”.

Para o CHEGA “é nitidamente um governo de arranjos, não olhando uma vez mais ao desafogo que seria desejado da carga fiscal que, com governos “gordos”, será mais difícil de implementar”, revela.

Segundo o partido, a única nota positiva é a reentrada para o Turismo de alguém que deu já provas de boa visão, mas lamenta uma das secretarias ser meramente para dar um cargo ao CDS, cujo trabalho é próximo a zero.

“Vamos acompanhar a governação muito atentos, com a finalidade de contribuir para que a transparência e boa gestão sejam cumpridas”, remata.