Boris Johnson reage à decisão do Supremo Tribunal britânico [vídeo]

¡AF!