Histórica “Casa Catanho” abre-se às artes

Foto Luís Sousa Lemos Gomes.

A “Casa Catanho” integra o roteiro de arte contemporânea que se realiza na cidade do Funchal, promovido pela “Galeria Porta 33”, para celebração do seu 30 aniversário.

O evento designa-se “Ilhéstico” e consiste numa exposição de obras de 45 artistas, na maioria madeirenses, em vários pontos da cidade do Funchal.

Na “Casa Catanho” estarão em exposição algumas obras da artista plástica madeirense Sara Tristão, atualmente a residir em Lisboa.

A artista estará amanhã presente na loja, sexta-feira, dia 6 de Setembro, entre as 9:00 e as 19:00 H, bem como no sábado, entre as 15:00 H e as 18:00 H.

Os herdeiros encaram esta disponibilização deste espaço comercial com cerca de 75 anos com muita satisfação, para um evento cultural e inovador na cidade do Funchal.

Junta-se a história e tradição de um espaço comercial emblemático, à arte e criatividade de uma jovem artista. Junta-se a memória que se pretende preservar, com um olhar esperançoso para o futuro.