“As pessoas têm uma grande vontade de mudança”, disse Cafôfo numa arruada pelo Funchal e com Ana Catarina Mendes a ouvir

Cafofo Arruada Funchal (1)Foi numa arruada, que passou pela Rua Dr. Fernão de Ornelas e pelo Mercado dos Lavradores, que Paulo Cafôfo contactou com a população do Funchal na companhia de Ana Catarina Mendes, a secretária geral adjunta do PS nacional,  numa iniciativa de pré campanha que o gabinete de comunicação do PS-M classifica com “grande adesão”.

Esta “grande adesão” foi interpretada por Cafôfo como uma manifestação de que «as pessoas têm uma grande vontade de mudança». Segundo afirmou, há uma opção que estas vão ter de fazer no dia 22 de setembro. Ou optam pela «continuidade dos mesmos, com as mesmas políticas, com a mesma postura agressiva, ofensiva, com o clientelismo que todos nós conhecemos e com a falta de ideias para a nossa Região», ou por um projeto – o do PS – que «visa melhorar a vida das pessoas, de progresso da nossa Madeira, de uma Região forte e desenvolvida, em que todos contam e são solidários para juntos podermos desenvolver a nossa Região». Neste sentido, apontou a necessidade de haver outro olhar sobre a economia que possa potenciar as mais-valias que nós temos na nossa terra, criando emprego e dando oportunidade aos jovens. Outra área prioritária é a Saúde e a resolução das listas de espera. No campo da educação, Paulo Cafôfo defende a gratuitidade na escolaridade obrigatória (até ao 12.º ano). Por outro lado, compromete-se a resolver os problemas graves de habitação até 2026.

«É isto que nós queremos, uma outra Madeira, com outro rumo, com melhor qualidade de vida», afirmou o candidato socialista, acrescentando que a Autonomia serve para «resolver os nossos problemas, e não mandar as culpas simplesmente para Lisboa». «É por isso que eu acredito numa Autonomia de resultados, acredito que os madeirenses têm a fibra necessária para nós próprios podermos achar as soluções para as nossas gentes», vincou.

Regionais 2019

A secretária-geral adjunta do PS disse acreditar e ter confiança que «é possível mudar a Madeira nos próximos tempos, que Paulo Cafôfo tenha uma grande vitória e possa ser o presidente do Governo Regional e que o Partido Socialista, pela primeira vez, possa ganhar as eleições na Madeira».

Ana Catarina Mendes afirmou que a Madeira está a precisar de muitas mudanças e que as pessoas precisam de respostas, apontando as áreas do emprego e da saúde, pelo que acredita que esta «é uma campanha vitoriosa e rumo a uma grande vitória no próximo dia 22 de setembro».