Os atuais deputados que o PSD conta… para outras tarefas

A lista do PSD-Madeira às Regionais de 22 de Setembro ainda não está fechada mas os sinais dos tempos indicam que há meia dúzia de atuais deputados que deverão, em princípio, deixar as vestes parlamentares.

Entre eles estão Sérgio Marques (será n.º 2 à Assembleia da República); Carolina Silva; Élvio Encarnação; Fernanda Cardoso (atual vice-presidente da ALRAM); Francisco Nunes; Joaquim Marujo; Josefina Carreira; Miguel de Sousa; Paulo Freitas; e Rómulo Coelho.

Alguns destes nomes ainda poderão integrar a lista mas em lugares cuja elegibilidade é duvidosa.

Os dois nomes mais sonantes são os dos “históricos” Miguel de Sousa e o de Fernanda Cardoso, ambos vice-presidentes da ALRAM no mandato que ora terminou.

No caso de Élvio Encarnação, a opção do PSD pelo concelho de Machico recaiu sobre Cláudia Gomes.

Em Santa Cruz, o nome de Joaquim Marujo é sacrificado em prol de Savino Correia.

No Porto Moniz, Francisco Nunes dará lugar a Valter Correia.

Josefina Carreira passa o testemunho, pelo concelho da Calheta, a Nuno Maciel.

Por Santana, Paulo Freitas “sai” para “entrar” Rui Abreu.

No Funchal, são sacrificados Rómulo Coelho, Miguel de Sousa, Fernanda Cardoso e Carolina Silva porque outros valores mais altos se alevantam. Quais! A aposta nos emigrantes (Carlos Fernandes) e na Saúde (Conceição Pereira).

Além disso, há a opção política Brício Araújo, presidente do conselho regional da Ordem dos Advogados que entra no top 10 dos elegíveis.