Rafael Macedo defende que o SESARAM deve anular contratação à Quadrantes

Macedo quadrantes“É inadmissível o descaramento desta gente, tentaram calar-me, denegriram a minha imagem, ofenderam-me, suspenderam-me da minha atividade profissional onde desenvolvia uma papel importante e depois assinam de cruz um documento a 52 dias de haver eleições? Então o que é isto?”

Esta posição foi hoje assumida pelo candidato do PURP às eleições regionais, Rafael Macedo, sobre a decisão do SESARAM de contratualizar a prestação de serviços de Radioterapia à Quadrantes.

O médico diz que “o SESARAM contratou a Quadrantes (empresa privada de saúde a qual eu confrontei na peça da TVI) para a prestação de serviços de radiopterapia externa. O contrato foi adjudicado no dia 11 de Julho e celebrado esta segunda-feira”.

O médico que era responsável pela unidade de Medicina Nuclear do Serviço Regional de Saúde e que está suspenso com processo disciplinar por declarações prestadas à TVI e posteriormente na Assembleia Regional no âmbito de uma comissão de inquérito, onde criticou o funcionamento de serviços e o favorecimento dos privados, veio hoje manifestar-se crítico sobre esta decisão do SESARAM

“Porque não deixam isto para o novo governo? Isto é suspeito, isto exige uma anulação, é preciso que se investigue o que está por detrás destes acordos obscuros com o dinheiro do povo? Mais, para haver transparência tem que existir concurso público. Este dinheiro daria para construir nove instalações novas, tipo a Quadrantes, tudo incluído!

 

 

P

 

TIREM AS VOSSAS ILAÇÕES!!!!