Campeonato Nacional de Ralis com Ricardo Teodósio na frente, Armindo Araújo é segundo

Teodósio rali serras de fafe
Ricardo Teodósio no Rali Serras de Fafe, que venceu.

O site oficial do Rali Vinho Madeira desenvolveu um trabalho de apresentação sobre o Campeonato Nacional da modalidade, na linha do que o gabinete de comunicação vem fazendo relativamente à preparação para a competição que se desenrola entre 1 e 3 de agosto e que está a despertar enorme exptetativa junto dos adeptos deste desporto automóvel.

O texto lembra que “o Campeonato de Portugal de Ralis teve início quase no final de fevereiro com o Rali Serras de Fafe. No que toca ao campeonato nacional, Ricardo Teodósio foi soberano e terminou com importante vantagem para Miguel Barbosa, segundo. Ricardo Moura perdeu muito tempo com a sua ordem de partida e completou o pódio. José Pedro Fontes foi quarto na frente de Bruno Magalhães que ali regressou à competição em Portugal.

A competição rumou passado um mês a São Miguel e no Azores Rallye imperou o piloto “da casa”, Ricardo Moura. Já a grande distância do vencedor, Bruno Magalhães bateu Ricardo Teodósio num interessante duelo pelos dois lugares mais baixos do pódio. Miguel Correia e António Dias completaram o lote dos cinco primeiros classificados”.

Prosseguindo na sua dissertação sobre a competição nacional, lembra a publicação que “no começo de maio, Mortágua recebeu a caravana do CPR para uma prova com luta entre quatro pilotos pelo triunfo. José Pedro Fontes estava na frente mas despistou-se já bem perto do final, deixando caminho livre para que Ricardo Teodósio obtivesse a sua segunda vitória do ano. Na segunda posição quedou-se Armindo Araújo, na frente de Miguel Barbosa. Pedro Meireles foi quinto com o VW Golf GTi R5 antes desta unidade também ter sido afetada pelos princípios de incêndio que marcaram os primeiros meses do modelo.

No final de maio a competição voltou à estrada para o Vodafone Rali de Portugal. Na prova também a contar para o WRC foi Armindo Araújo quem marcou o ritmo e subiu mais alto num pódio em que Bruno Magalhães e Ricardo Teodósio voltaram a ocupar, por esta ordem, os lugares mais baixos. Pedro Almeia e Diogo Salvi ocuparam as posições imediatas.

Na terceira semana de junho o campeonato foi a Castelo Branco. Armindo Araújo repetiu o sucesso da prova anterior após um animado despique com Ricardo Teodósio, segundo. Miguel Barbosa bateu José Pedro Fontes numa luta semelhante pelo terceiro posto. Bruno Magalhães ocupou a quinta posição. Após o Rali Vinho Madeira, em que Pedro Meireles regressa com o renovado VW, ficam por cumprir três ralis, Terras d’Aboboreira, Vidreiro e Casinos do Algarve.

Classificação: 1º Ricardo Teodósio, 109,18; 2º Armindo Araújo, 87,44; 3º Bruno Magalhães, 65; 4º Miguel Barbosa, 56,82; 5º Ricardo Moura, 46,39; 6º Pedro Almeida, 42; 7º José Pedro Fontes, 38,18; 8º António Dias, 27; 9º Miguel Correia, 22; 10º Paulo Meireles, 18; 11º Gil Antunes, 15; 12º Daniel Nunes, 15; 13º Pedro Meireles, 14,42; 14º Hugo Lopes, 13; 15º Diogo Salvi, 12; 16º Joaquim Alves, 12; 17º Manuel Castro, 9; 18º Paulo Neto, 9; 19º José Merceano, 3; 20º Filipe Nogueira, 2; 21º Manuel Pinto, João Marcelino, Rafael Cardeira, Paulo Caldeira, Hugo Araújo, Francisco Esperto e Nuno Caetano, 1.