Modelo para os estudantes pode ser aplicado aos residentes, defende Albuquerque

Miguel Albuquerque Estado da Nação

O presidente do Governo Regional reagiu hoje à aprovação na Assembleia da República, da resolução da Assembleia Regional, para alterar o subsídio de mobilidade aérea, contemplando o pagamento de 86 euros ao residente e 65 euros ao estudante, uma medida que, no entanto, só deverá ser aplicada no próximo Orçamento de Estado, ou seja para 2020.

Albuquerque lembra que foi uma boa resolução “ao fim de três anos à espera. Acho que a solução pode ser igual àquela que aplicámos na Madeira para os estudantes, ter um fundo que faça um adiantamento e ter a solução para os madeirenses e portosantenses. Queremos avançar, é um sinal esta aprovação, agora é passar à parte prática”.