Padre Delton Filho lembra em assembleia de cura interior: “É preciso aprender a rezar…”

Centenas de cristãos, oriundos de várias paróquias da Madeira, participaram hoje numa Assembleia de Cura Interior, no Colégio de Santa Teresinha, dinamizada pelo Grupo de Oração Cenáculo-Vida do Renovamento Carismático Católico, da Paróquia de Santa Luzia.

O pregador convidado, Padre Delton Filho, oriundo do Brasil, da Comunidade Coração Fiel, procurou falar ao coração dos participantes, visivelmente sedentos de Deus. Munido do seu violão e com unção do Espírito Santo, o sacerdote empenhou-se em passar uma mensagem inicial de que “é preciso aprender a rezar”.  Sem oração, com o coração, a fatura pode ser pesada: “Quem não reza atrai muitas maldições”.

Desfazendo eventuais equívocos de que as assembleias de curas são procuradas por alguns na mira do milagre instantâneo, o sacerdote Delton Filho, de Rialma, lembra que não há problema em pedir a Deus uma graça. Mas é preciso perseverar na oração, citando o exemplo da mãe de Santo Agostinho, que rezou 32 anos pela conversão do filho. “Existem graças que Deus não nos dá logo porque ainda não estamos preparados. Como se preparar? Rezando com perseverança. A oração é como se estivéssemos a ser cozidos no calor do amor de Deus. Não condicione Deus às suas necessidades mas coloque as suas necessidades a Deus. Deus cura  no tempo de Deus. Quando rezamos, não é Deus que muda, mas nós é que mudamos”.

Ainda durante os ensinamentos, o padre Delton Filho partilhou a sua crença em três “armas” contra o mal: “Invocar o Santíssimo Nome de Jesus, invocar o Preciosíssimo Sangue de Jesus e a devoção a Nossa Senhora”.

A adoração ao Santíssimo Sacramento foi um dos pontos altos desta assembleia de cura, com muitos participantes a testemunharem a presença do Senhor e o derramamento de graças. A Eucaristia foi igualmente outro momento culminante desta assembleia, que continua este domingo, das 08h30 às 18h00, no Colégio de Santa Teresinha.