PSD-M faz a Festa no Chão da Lagoa com Rui Rio presente e animação de Lucas e Matheus mais a “prata da casa”

PSD Chão da Lagoa B
A Festa do PSD no Chão da Lagoa acontece a 28 de julho.

A habitual Festa do PSD-Madeira, no Chão da Lagoa, 28 de julho, foi considerada, esta tarde, na apresentação do evento, como “a festa da Madeira e do Porto Santo”, como referiu José Prada, o secretário geral do partido. Lucas e Matheus, a dupla brasileira convidada, marcam o ponto alto da animação musical. Mas há atuação de valores madeirenses.

Na componente mais política, as intervenções assumem particular relevância em ano de eleições regionais. Iniciam-se às 14.30 horas e sobem ao palco o líder da JSD/M, o secretário-geral do PSD/M, o Presidente do PSD nacional e presidente do PSD-M Miguel Albuquerque.

Ainda politicamente falando, Prada apontou «a extraordinária mobilização, o entusiasmo e a colaboração de todos os militantes e comissões políticas em torno desta Festa» lançando o apelo para «que todos os madeirenses e porto-santenses transformem este convívio, mais uma vez, na grande festa popular da nossa Região», numa afluência que espera, pelo menos, idêntica a dos anos anteriores”.

Do programa hoje divulgado, refere-se que essa animação começa pelas 8.00 horas e prossegue ao longo do dia, contando, para esse efeito, com diferentes artistas e grupos regionais. Assim e a 28 de julho – e para além da Região se fazer representar através dos seus jovens talentos, oriundos dos seus 11 concelhos – subirão ao Palco Roni de Melo, Sandra e Ricardo, os Mariachi, Diogo Garcia, Miguel Pires, Ruben Aguiar, Miro Freitas, os Galáxia, numa animação que conta, ainda, com DJ Oxi e com as atuações de Grupos Folclóricos, Bandas Filarmónicas, os Amigos da Borga e a Tuna Universitária da Uma.

A valorização dos artistas da Região foi, aliás, uma das notas destacadas por José Prada, numa Festa «em que houve a preocupação de garantir que as atuações musicais estivessem quase integralmente a cargo de artistas da Região, com exceção para a entrada em cena da reconhecida dupla brasileira Lucas e Matheus, atuação que se assume, naturalmente, um ponto alto e complementar do programa.

No respeitante à oferta no local, o secretário-geral do PSD/Madeira realçou a existência das tradicionais barracas de diversões e comes-e-bebes «que estarão a cargo das 54 comissões políticas de freguesia, mas, também, dos TSD, JSD e Comunidades Madeirenses», às quais se juntam mais uma centena de barracas a cargo de feirantes que, anualmente, contribuem para a maior dinamização deste espaço.

Já relativamente aos transportes para o local, José Prada salientou que os autocarros voltarão a sair de todas as freguesias da Madeira, esperando-se cerca de 150 em circulação, adiantando, a esse propósito «e no sentido de facilitar a presença dos residentes do Funchal que, nesta edição, volta a ser reeditado o esquema de transportes, garantindo-se a ligação permanente, entre o Funchal (junto ao edifício da Empresa de Eletricidade da Madeira) e a Herdade do Chão da Lagoa (com subidas desde as 8.00 horas e até às 13.00 horas e descidas das 18.00 às 20.30 horas)».

Além de um grande dispositivo de segurança, para que o trânsito possa fluir, a organização está a pensar na criação de melhores condições para todos os que se associem a este grande convívio, reforçando os locais com sombra e a logística de apoio à população, concretamente aos mais idosos, no local.