“Tenho que agradecer a todos os que me ajudaram a poder estar aqui hoje”, primeiras palavras públicas da guia que sobreviveu ao acidente com o autocarro no Caniço

Foto Facebook

Foram as primeiras palavras públicas de Carlota Mendes Gomes, a guia madeirense que seguia no autocarro de turismo que se precipitou numa ribanceira, no Caniço, provocando 29 mortos e 27 feridos. Poucos dias depois da tragédia, ainda internada no Hospital Dr. Nélio Mendonça, Carlota Mendes Gomes deixou este sábado, cerca das 22 horas, uma mensagem na sua página pessoal da rede social Facebook, com palavras de agradecimento e de reconhecimento pelo apoio que tem recebido. Um momento que os amigos não deixaram passar sem uma expressão emotiva depois da guia ter vivido momentos trágicos a bordo do autocarro de turismo, que se despistou poucos minutos depois de ter saído da unidade hoteleira Quinta Splendida.

“Olá a todos.. peço desculpa mas não consigo responder as mensagens que me enviaram uma a uma mas não posso deixar de agradecer o carinho que tenho sentido da parte de todos.. e tambem tenho que agradecer a todos os que me ajudaram a poder estar aqui hoje a responder a esta mensagem.. espero quando estiver recuperada poder agradecer pessoalmente com um grande abraco. Obrigada pelo vosso apoio”, escreve a guia.

Carlota Mendes Gomes é um dos três feridos que ainda se encontram internados no Hospital Dr. Nélio Mendonça, sendo que os restantes dois são o motorista do autocarro e uma turista alemã que se encontra nos cuidados intensivos e que, por motivos clínicos, não estava sem condições de ser transferida juntamente com os 12 feridos que este sábado seguiram para a Alemanha.