Novos atrasos e cancelamentos de voos: TAP alega problemas técnicos e deixa passageiros num estado de revolta e saturação

Tal como o FN já noticiou ontem, têm-se vivido momentos de grande saturação e até mesmo exaltação no Aeroporto da Madeira e depois em Lisboa com os voos de ligação. Atrasos sucessivos, horas e horas de espera, e até mesmo cancelamentos que se sucedem ante o desespero dos passageiros. Apesar de ser uma novela frequente, os passageiros que vivem as situações não escondem ao FN a sua revolta.

Por exemplo, na tarde de ontem, um casal de madeirenses tinha um voo agendado, pelas 13h30, para Lisboa, com ligação a Estocolmo, pelas 18h30. Este objetivo só foi alcançado um dia depois, portanto, hoje, tendo chegado a Estocolmo por volt das 16h00.

A resposta da TAP manteve-se vaga, “problemas técnicos”, nunca especificados, perante a revolta incontida e desespero dos passageiros.

Com  um atraso de quase sete horas na ligação Funchal-Lisboa, lá se perdeu a ligação com Estocolmo, entretanto, adiada para hoje.

A TAP fornceceu vouchers de refeições ligeiras e, mais tarde, jantar. Eram 20 horas quando este casal voou ontem para Lisboa, quando deveria sair do Funchal pelas 13h30. Resultado: ligação perdida com Estocolmo. A TAP garantiu um hotel de cinco estrelas para pernoitar, jantar e transfers. Mesmo assim, os passageiros não escondem a sua indignação com as horas perdidas no aeorporto e a alteração do plano de viagem, sem saberem hoje, exatamente, o que de facto motivou tanto atraso e consequentes transtornos para quem paga os seus bilhetes a tempo e horas.