Núcleo de Emigrantes do PSD-M levou a Pedro Calado preocupações dos emigrantes que regressam da Venezuela

O Núcleo de Emigrantes do PSD/Madeira reuniu-se hoje com o vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, nas instalações da Vice-Presidência. O activista pró-Venezuela, Carlos Fernandes, sublinhou a disponibilidade do Vice-Presidente em canalizar apoios na área da habitação para os emigrantes madeirenses que regressam de outros países.

“No caso específico do IHRU em Machico, falámos sobre a possibilidade de as pessoas, após cinco anos, poderem adquirir a sua habitação”, explicou Carlos Fernandes, sublinhando o papel crucial que os bancos poderão ter no acesso ao crédito.

No que respeita à banca, o activista referiu que um dos assuntos abordados teve a ver com a possibilidade de o Governo Regional sensibilizar os bancos na procura de soluções de acesso ao crédito, de forma a apoiar os emigrantes que, neste momento, regressam de vários países para a Madeira, refere uma nota de imprensa.

Sobre a mesa esteve o tema do investimento. “Falámos sobre a possibilidade de existir mecanismos para as pessoas poderem investir na Madeira e, através do investimento, ter uma ilha com mais emprego, na qual as pessoas possam prosperar”, concluiu.