São Vicente Cup com 700 atletas, 46 equipas e Camacho como padrinho

O jovem futebolista do CD Nacional Camacho, que é uma das figuras de destaque do clube madeirense, é o padrinho da 8ª edição do torneio de futebol infantil São Vicente Cup, que foi hoje apresentado na Câmara Municipal de São Vicente e que decorre na semana da Páscoa, entre 17 e 20 de abril no Estádio dos Juncos.

Estamos perante um torneio com 46 equipas e um total de quase 700 atletas, como explicou o coordenador técnico do torneio, Sérgio Serrão, defendendo que este torneio, “ao longo dos anos, tem vindo a ser um marco no desporto da Região Autónoma da Madeira”.

Este ano, o torneio terá, assim, 46 equipas distribuídas pelos três escalões – sub-8, sub-10 e sub-12 – perfazendo um total de quase 700 atletas. Destaque para dois clubes internacionais – um de França, o Entente Longueville, e um de Inglaterra, o CM Academy. A equipa francesa trará duas equipas (sub-10 e sub-12), enquanto que a inglesa apresentar-se-á no escalão de sub-10.

Como vem sendo habitual, o torneio contará com a presença do SL Benfica (sub-12), campeão em sub-12 desde a terceira edição, e terá a estreia do FC Marinhas (Braga) no torneio, em sub-12. De regresso está também o União do Nordeste (Açores), com uma equipa de sub-12. As restantes equipas são da Madeira, com destaque para uma equipa totalmente feminina, uma selecção da Associação de Futebol da Madeira (AFM).

Numa nota do gabinete de comunicação da organização do evento, são referidas declarações dos vários intervenientes, sendo que em representação da Associação Cultural e Desportiva de São Vicente, Élsio Pestana fez questão de salientar a “excelente parceria” que têm tido, ao longo dos anos, com a autarquia local. “Sem este apoio, desde a primeira hora, nada disto seria possível”, frisou, apontando que o torneio poderia ter mais equipas, mas que, por preferirem ter qualidade em vez de quantidade, este é “o número certo”.

António Temtem Silva, da AFM, dirigiu “uma palavra de elogio a este torneio, um dos melhores e maiores que se faz na ilha”. “A organização preocupa-se em ter qualidade, é um torneio regional, nacional e internacional e, portanto, penso que é o caminho certo”, salientou. “Da parte da AFM podem contar sempre connosco, estamos sempre disponíveis e ajudaremos sempre em tudo o que esteja ao nosso alcance, também na qualidade e melhoria do mesmo”, rematou.

O futebolista madeirense João Camacho agradeceu o convite feito para ser o padrinho deste evento, desejando “a todas as equipas e participantes que tenham um grande torneio”. “Que seja um torneio inesquecível e que, daqui a uns anos, saiam do São Vicente Cup jogadores profissionais das equipas que vêm cá”, vincou.

O presidente da Câmara Municipal de São Vicente, José António Garcês, avançou que, com uma história já de oito anos, o São Vicente Cup tem evoluído de ano para ano. “Este torneio é importante por toda a envolvência que tem, quer dentro, quer fora de campo”, defendeu, não esquecendo a parte da promoção do concelho a nível turístico e a dinamização da economia local, aspectos muito importantes para São Vicente. O autarca agradeceu ainda a João Camacho o facto de ter aceitado o convite para ser padrinho deste evento, já que o jovem servirá de exemplo e inspiração para os muitos jovens que entrarão em campo.