“Naval” dá conta de uma muito desafiante edição dos “Madeira Cross Games”

Segundo um comunicado de imprensa, foram necessários três dias e nove etapas com diversos desafios de força e resistência física para que se apurassem os grandes vencedores da 4° edição do Madeira Cross Games, evento organizado pela Naval Box, espaço de crosstraining do Clube Naval do Funchal.

“Desafios “originais” num “cenário fantástico em pleno centro da cidade” foram as palavras transversais nos comentários dos cerca de 190 participantes que deram ritmo à Praça do Povo durante o fim de semana mais aguardado do ano pelos fãs desta popular modalidade”, refere a nota do Naval.

Sara Pinto, vencedora da categoria Elite e que vai representar Portugal na competição internacional da modalidade a decorrer em Julho nos Estados Unidos, considerou que esta foi uma competição “muito desafiante” destacando  o belo cenário da prova surpresa realizada no Caniçal envolvendo corrida e natação, mar e montanha.

Nos masculinos, Pedro Laranjeira foi o grande vencedor desta que é a categoria mais competitiva. Na categoria Pro, Ana Rita Costa foi a grande vencedora nos femininos enquanto nos mas masculinos com 678 pontos ganhou Fábio Ladeiras.

Já nos masters (35-39) Ana Mineiro venceu com 917 pontos ficando a atleta da Naval Box, Blenda Corte em segundo lugar com 854 pontos. Nos masculinos Carlos Lebres foi o mais forte com 899 pontos no total dos 9 desafios. Por fim nos Masters +40  Susana Mendonça, atleta do Porto Santo e Filipe Alves subiram ao lugar mais alto do pódio. Com muito público a assistir e a apoiar os seus “ídolos” contando com uma forte presença de atletas de todo país, o Madeira Cross Games voltou a marcar as preferências do crosstrainners com um “balanço positivo” da organização que teve como responsável Igor Aguiar.