PJ detém suspeito de incêndio na Insular de Moinhos

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal do Funchal, anunciou hoje m comunicado que deteve ontem, no Funchal, um homem de 34 anos, por fortes indícios da prática do crime de incêndio.

Os factos ocorreram no dia 22 de fevereiro de 2019, pelas 19H20, num edifício devoluto, situado no centro do Funchal, tendo o incêndio, de grandes dimensões, colocado em perigo edificações vizinhas, que só não foram atingidas devido à pronta intervenção dos bombeiros.

As diligências imediatamente realizadas pela Polícia Judiciária, com a colaboração da Polícia de Segurança Pública, permitiram a identificação do presumível autor e a recolha de relevantes elementos de prova.

Depois de lhe ter sido dada alta hospitalar, foram realizadas diligências complementares, que culminaram na sua detenção, em cumprimento de mandado emitido pelo DIAP do Funchal.

O detido foi presente às autoridades judiciárias competentes para aplicação de medida de coação tida por adequada.

Ficou com termo de identidade e residência e ter de se apresentar periodicamente a autoridade competente.