Sindicato Democrático dos Enfermeiros prossegue com rondas pelos Centros de Saúde

Foto Sindepor

No dia 29 e 31 de janeiro de 2019, o Sindicato Democrático dos Enfermeiros (SINDEPOR), realizou visitas ao centro de saúde de Santana e do Bom Jesus- Valência de Sta luzia/ Sé e São Pedro/Imaculado Coração Maria.

Estiveram presentes os dirigentes Zita Silva, Judite, Laurindo Pestana e Evaristo Faria.

Os enfermeiros estão em Greve Cirúrgica 2, devido ao fracasso das negociações do dia 30 de janeiro.

“Os enfermeiros estão nesta luta pois não têm outro caminho. É a única forma de se fazerem ouvir”, revela um comunicado do SINDEPOR.

Todas as cirurgias prioritárias e urgentes estão asseguradas.

“Os enfermeiros estão cansados e revoltados com todas as injustiças que afetam a classe. Desde 2009 foram severamente afetados no seu dia a dia, na sua carreira e vencimentos. Perderam a carreira, perderam os vencimentos…neste momento lutam pela sua dignidade como profissionais licenciados… exigem a integração na carreira como licenciados sem discriminação relativamente a outras classes”, revela.

Exigem a reforma antecipada e a recolocação nos escalões remuneratórios.

“Neste momento existe uma luta pelo correto reposicionamento remuneratório segundo o siadap, em que os enfermeiros serão reposicionados desde 2004 em apenas 2 escalões e, mesmo assim, ainda existem instituições que o não fazem corretamente”, diz.

Estas preocupações foram levadas no dia 31 de janeiro de 2019 ao representante dos TSDs na região Prof. Gilberto Pita e o representante Guilherme Sousa.