MPT criticou novo PDM do Funchal e “mentira cafofiana”

O MPT Madeira protestou, ontem, em comunicado, contra o novo PDM, denunciando “mais uma mentira Cafofiana no concelho do Funchal”. O novo PDM, ao contrário do que foi anunciado à população, com o “jeitinho” do CDS, vem prejudicar todas as famílias que vivem nas zonas altas do Funchal, acusou o dirigente Roberto Vieira.

Tudo porque, no entender do partido, trata-se de um Plano Director Municipal que “dificulta o licenciamento de novas habitações, é um PDM que desvaloriza os terrenos e casas de todas as zonas altas, e que dificulta a legalização das habitações ditas “clandestinas”.

Para o MPT, apenas vem “beneficiar os mais ricos, aqueles que com o poder do dinheiro podem fazer obras, enquanto os mais desfavorecidos só têm a vida dificultada”.

“Podemos afirmar ainda, que este PDM, vem criar mais zona de risco e aumentar o índice de construção, fazendo com que as famílias não possam legalizar, construir ou mesmo vender as suas casas e terrenos, sendo que, podemos concluir que por toda esta problemática, este PDM é um desastre para os funchalenses que residem nas zonas altas do Funchal”, concluiu Roberto Vieira.