Calado quer auscultar empresas regionais para conhecer melhor os diferentes sectores da economia da RAM

O vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, começou hoje, sábado, um périplo de visitas a várias empresas da Região. Com uma visita ao hotel “O Colmo”, em Santana, Calado disse aos jornalistas que o objectivo é ouvir os empresários, os trabalhadores, contactar com a realidade local de cada um dos sectores de actividade, das empresas e dos respectivos concelhos em que estão inseridas.

As informações colhidas ajudarão o Governo Regional a preparar “um pacote fiscal mais atractivo para o próximo ano”, prometeu o vice-presidente, sublinhando ser seu interesse auscultar todos os envolvidos nestes negócios para tomar o pulso aos mesmos e decidir o que será mais importante fazer, com a ajuda de quem tem a percepção directa do que é necessário.

Preparar um programa para a área da economia e das finanças, é uma intenção declarada deste executivo. Calado aproveitou a oportunidade para exaltar hoje a importância dos apoios comunitários, aplicados também neste hotel de Santana.

“Sempre dissemos, e dizemos, que esta tem sido uma grande aposta nossa, tornar reprodutivo este tipo de investimento”, referiu, fazendo notar que se criaram 4 novos postos de trabalho, e dentro de meses serão criados mais quatro.

Calado referiu ainda que a taxa de IRC na Madeira, até aos primeiros 15 mil euros de matéria colectável, é a mais baixa do país. No continente há uma taxa de IRC de 17%, nos Açores de 13,5% e na Madeira, de 13%.