Cafôfo diz que combater a pobreza “é um desígnio de todos”

PS-M pobrezaNo âmbito dos Estados Gerais, o Partido Socialista-Madeira promoveu, hoje, um debate subordinado à temática “Combater a pobreza e a exclusão social, um desígnio de todos”. Paulo Cafôfo, o candidato do partido à presidência do Governo Regional, considerou que “o grande desafio que nós temos hoje em dia é compreendermos esta realidade, porque só assim é que podemos construir propostas que vão ao encontro das necessidades”.

Cafôfo considerou que temos de ser todos agentes transformadores dessa realidade, com o objetivo de combater as desigualdades e de garantir os direitos da pessoa humana. No entender do candidato do PS-M, nesta questão da pobreza há que capacitar as pessoas e emancipá-las. «O objetivo é dotar as pessoas dos meios para poderem elas sair da situação em que se encontram e ser uma situação provisória e não permanente», sustentou.

Esta iniciativa assinalou o Dia Mundial da Erradicação da Pobreza (17 de outubro), sendo que a coordenadora, Sofia Canha, referiu «a pobreza é um flagelo mundial mas que, infelizmente, até nas sociedades democráticas, como em Portugal, não se conseguiu erradicar, apesar de todos os apoios e toda a assistência social que os governos sucessivos têm prestado». Este é um desígnio de todos, afirmou a responsável, lembrando que são cerca de dois milhões de portugueses que vivem no limiar da pobreza”.

A também deputada socialista considerou que temos de definir a pobreza no contexto em que vivemos e acrescentou que «é preciso estabilidade económica e são precisas medidas de fundo na área da economia, para reverter toda a esta situação». «Os apoios sociais são importantes, mas devem ser transitórios, porque o que se deve eliminar de fundo é a pobreza e as razões essenciais da pobreza», salientou.

A iniciativa contou com a participação de Margarida Moraes, presidente da Associação Monte de Amigos, e contou igualmente com os contributos da vereadora da Câmara Municipal do Funchal, Madalena Nunes, e do padre José Luís Rodrigues.