Ministro da Defesa demite-se

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O ministro da Defesa, na imagem com o seu chefe de gabinete, cujo suposto envolvimento no conhecimento do processo de encobrimento dos responsáveis pelo furto de Tancos, agravou pressão sobre Azeredo Lopes.

O ministro da Defesa Azeredo Lopes demitiu-se. A notícia está a ser avançada por vários jornais e representa o culminar de uma situação que vinha sendo insustentável no Governo de António Costa, em virtude das dúvidas suscitadas sobre se o governante, no centro das atenções no furto de Tancos, estaria ou não por dentro do encobrimento relativamente aos eventuais responsáveis.

A detenção do major Brazão, da Polícia Judiciária Militar, envolvendo o chefe de gabinete de Azeredo, Martins Pereira, veio agravar a pressão sobre o ministro.

Para o lugar de Azeredo Lopes, entre as hipóteses, poderá “subir” o atual secretário de Estado Marcos Perestrelo.