Dívida global da Região era de 5.143 milhões de euros no final de junho

edificio governo regional
Relativamente a junho de 2017 há um decréscimo da dívida global na ordem dos 305 milhões de euros.

Em 30 de junho de 2018, a dívida global da RAM ascendia a 5.143 milhões de euros, o que representa uma diminuição de 1.493 milhões de euros face ao observado no final de 2012 e de 305 milhões de euros face aos valores de 30 de junho de 2017. Estes números foram hoje divulgados pela vice-presidência do Governo Regional, remetendo para o Boletim da Dívida da Região.

Segundo uma nota enviada à comunicação social, refere-se que “a dinâmica evidenciada no 2.º trimestre de 2018 é marcada por uma diminuição global, tanto em termos homólogos como em termos trimestrais, evidenciando-se inclusivamente trajetórias descendentes, face a março, em todos os subconjuntos incluídos na dívida global das entidades públicas da RAM”.

Já em termos homólogos, “a trajetória de evolução foi extensiva a todas as componentes da dívida da Administração Regional direta, tendo o SERAM registado um acréscimo na dívida não financeira/comercial. Concretamente, ao nível da Administração Regional,a dívida direta diminuiu cerca de 58 milhões de euros, tendo a dívida comercial dos serviços da Administração Regional (com exclusão das EPR) registado uma diminuição de 136 milhões de euros”.

A mesma nota sublinha ainda que “embora sem efeito na dinâmica de diminuição da dívida global da Região, no 2.º trimestre de 2018 houve uma diminuição da dívida de Maastricht de 101 milhões em termos homólogos e de 8 milhões de euros, em comparação com o trimestre anterior”, apontando, ainda, que “globalmente, os valores apresentados refletem uma trajetória marcada por um processo de ajustamento contínuo e consistente, reflexo da sustentabilidade das finanças públicas da Região”.