BE manifesta-se amanhã contra a interrupção da ligação ferry entre a Madeira e o continente

Foto Rui Marote

Os activistas e dirigentes do Bloco de Esquerda manifestam-se amanhã contra a interrupção da operação do ferry entre a Madeira e o continente. A acção decorrerá à entrada do porto, a partir das 17h30, onde se encontra um cartaz alusivo ao tema.

“Uma ligação marítima de passageiros é um serviço público que já demonstrou no passado e novamente este ano ter adesão dos madeirenses e de forasteiros. Esta modalidade alternativa de transporte de mercadorias é uma mais-valia para a economia regional”, defende o BE.
Para o Bloco de Esquerda deve haver ligação ferry todo o ano. “Tudo aponta para que é auto-sustentável, se não se criarem obstáculos artificiais e como serviço público, a Região deve considerar gerir esse serviço directamente ou através de uma empresa pública”, defendem os bloquistas.