JPP diz que os governos central e regional deixaram o Porto Santo ao abandono

O partido “Juntos pelo Povo” esteve ontem no Porto Santo, desenvolvendo uma iniciativa no âmbito do trabalho parlamentar, visando contactar com a população e reunir com associações e instituições da “Ilha Dourada”.

Na sequência das diligências efectuadas, o deputado Élvio Sousa concluiu que “o Porto Santo está abandonado pela República e pelo Governo Regional. É uma infelicidade sobretudo pela questão da mobilidade. O JPP já requereu os documentos para analisar o concurso para a ligação inter-ilhas, porque há qualquer coisa que está a falhar e, por isso, queremos consultar a respectiva documentação. O Porto Santo merece mais”, sublinhou.

O preço das mercadorias é outra questão que continua a preocupar o JPP e os porto-santenses. “Não podemos ter uma região autónoma com duas ilhas, onde o preço da mercadoria é distinto para a Madeira e é ainda mais caro para o Porto Santo, que padece desta situação da dupla insularidade. Isto tem que acabar”, sentenciou o parlamentar.

No contacto com a população, as concessões da praia do Porto Santo foi um dos diversos assuntos abordados: “Também gostaríamos de nos pronunciar a esse respeito e vamos, por isso, já amanhã, contactar com a Capitania para analisarmos todo o processo de licenciamento”, prometeu.